- Com Dreamlinux 2.2

- Com Dreamlinux 2.2

Multiterminais com Dreamlinux 2.2

Logo do Projeto MULTILINUX – Wallpaper

Logo do Projeto DREAMLINUX

 

Instalando o Dreamlinux !!!

Desktop Dreamlinux …

Você pode instalar o Dreamlinux em um disco já particionado ou não. Você também pode instalar um GRUB ( gerenciador de boot ) completamente novo ou aproveitar um GRUB já existente, apenas incluindo uma entrada para o Dreamlinux. O novo instalador detecta automaticamente as partições existentes.

Para este exemplo, utilizei um computador P4 2.26 Ghz, 512 Mb de memória, com HD de 80 Gb (o que poderia ser com 10 Gb), monitores CRT/17″/15″, teclados e mouse PS2, adaptadores PS2 para USB, placas de vídeo of-board (AGP-Nvidia-64MB/PCI-ATI-16MB), não utilizei a placa on-board por a mesma compartilhar o mesmo barramento da AGP.

O sistema funciona muito bem, graças ao Dreamlinux que utiliza um sistema modular, tornando a velocidade superior, pois o mesmo utiliza o ambiente gráfico XFCE4.4 o que a torna bastante leve, corre num pc com processador de 500Mhz e 128Mb ram, mas também visualmente muito agradável.

Iniciando

Meu computador…

Dica importante: Particularmente prefiro fazer pelo modo gráfico. Vale lembrar que se você já tem um multiterminais instalado e funcionando, basta salvar seu xorg.conf e as configurações do gdm.conf depois de [Serves], então terá metade do trabalho já realizado.

Para iniciar acesse um terminal (tty1). Entre como root. Execute o comando abaixo:

# /etc/init.d/gdm stop

Após ter parado o ambiente gráfico, vamos executar alguns passos. Instalar o SSH. Você só sabe que vai precisar dele quando algo sair errado e tiver que reiniciar a máquina com o reset.

# apt-get install openssh-server

Anote o seu IP

# ifconfig

Conexões de Vídeo e USB…

Execute o comando lspci para listar as placas de vídeo e seus endereços. Essa informação é importante e será usada no XORG.CONF. Observe ainda os endereços que tem que ser convertidos para decimal. No caso de estar usando uma placa com saida DVI ela vai aparecer apenas uma vez no LSPCI. Repita o endereço dela duas vezes.

Em meu caso, utilizei 2 placas de vídeo, sendo as duas of-board.

# lspci | grep VGA
00:09.0 VGA compatible controller: ATI Technologies Inc Rage XL 
01:00.0 VGA compatible controller: nVidia Corporation NV18 [GeForce4 MX 4000 AGP

Faça uma cópia de seu XORG.CONF e do GDM.CONF por segurança.

# cp /etc/X11/xorg.conf /etc/X11/xorg.conf.original
# cp /etc/gdm/gdm.conf /etc/gdm/gdm.conf.original

Dispositivos USB

Dica importante: Dê preferência para teclados e mouses USB, pois são mais fáceis de se configurar.

Com o comando cat efetuado da seguinte maneira – cat /proc/bus/input/devices > /tmp/devices.txt – podemos ver os endereços dos dispositivos USB. No meu caso, utilizei adaptador USB/PS2 e USB para Teclado e Mouse PS2. Ao se listar os dispositivos USB, devemos desconsiderar os que terminam com input1. Isso é o que normalmente se faz ao se usar os teclados e mouse USB. Neste caso como estamos usando adaptadores, foi diferente. Sim o que normalmente se faz, desconsiderar os input1, não foi necessário porque o mouse foi detectado como input1.

Adaptador USB – PS2

Estou destacando os endereços para facilitar. Se contarmos os dispositivos com seus endereços em negrito, vamos notar que são em número de 4, sendo 2 teclados e 2 mouses. Notem que o teclado e mouse PS2, sem adaptador, tem o input0 (isa0060/serio0/input0 e isa0060/serio1/input0). No caso dos adaptadores USB, apenas 1 são input0 Phys=usb-0000:00:10.1-2.4/input0) teclados USB. O mouse PS2 que está no adaptador USB/PS2 recebeu o endereço input1 ( P: Phys=usb-0000:00:10.1-2.4/input1 ).

Adaptador – USB

Conclusão: Usando-se adaptadores USB/PS2, todos serão visto como “input1″.

Bem, anotados os endereços vamos em frente.

Teclado PS2
'''I: Bus=0011 Vendor=0001 Product=0001 Version=ab41
N: Name="AT Translated Set 2 keyboard"
P: Phys=isa0060/serio0/input0
S: Sysfs=/class/input/input0
H: Handlers=kbd event0
B: EV=120013
B: KEY=4 2000000 3802078 f840d001 feffffdf ffefffff ffffffff fffffffe
B: MSC=10
B: LED=7'''

I: Bus=0010 Vendor=001f Product=0001 Version=0100
N: Name="PC Speaker"
P: Phys=isa0061/input0
S: Sysfs=/class/input/input1
H: Handlers=kbd event1
B: EV=40001
B: SND=6

Mouse PS2
'''I: Bus=0011 Vendor=0002 Product=0005 Version=0000
N: Name="ImPS/2 Logitech Wheel Mouse"
P: Phys=isa0060/serio1/input0
S: Sysfs=/class/input/input2
H: Handlers=mouse0 event2 ts0
B: EV=7
B: KEY=70000 0 0 0 0 0 0 0 0
B: REL=103
'''
I: Bus=0003 Vendor=04d9 Product=1400 Version=0142
N: Name="HID 04d9:1400"
P: Phys=usb-0000:00:10.1-1/input0
S: Sysfs=/class/input/input3
H: Handlers=kbd event3
B: EV=120003
B: KEY=10000 7 ff87207a c14057ff febeffdf ffefffff ffffffff fffffffe
B: LED=7

I: Bus=0003 Vendor=04d9 Product=1400 Version=0142
N: Name="HID 04d9:1400"
P: Phys=usb-0000:00:10.1-1/input1
S: Sysfs=/class/input/input4
H: Handlers=kbd mouse1 event4 ts1
B: EV=7
B: KEY=1f0000 0 0 39fa d801d101 1e0000 0 0 0
B: REL=103

Teclado USB
'''I: Bus=0003 Vendor=062a Product=0201 Version=0100
N: Name="USB-compliant keyboard"
P: Phys=usb-0000:00:10.1-2.4/input0
S: Sysfs=/class/input/input5
H: Handlers=kbd event5
B: EV=120003
B: KEY=10000 7 ff87207a c14057ff febeffdf ffefffff ffffffff fffffffe
B: LED=7'''

Mouse Adaptador USB/PS2
'''I: Bus=0003 Vendor=062a Product=0201 Version=0100
N: Name="USB-compliant keyboard"
P: Phys=usb-0000:00:10.1-2.4/input1
S: Sysfs=/class/input/input6
H: Handlers=kbd mouse2 event6
B: EV=f
B: KEY=c0002 400 0 0 1fe3 c00 78000 2639fa d841d7ad 9e0000 0 0 0
B: REL=143
B: ABS=1 0
'''

XORG.CONF

Dica importante: Caso você já tenha um sistema multiterminais instalado e funcionando, salve o xorg.conf em um pendrive, logo substitua o original pelo que está salvo no pendrive. Neste passo vamos realizar a alteração do xorg.conf, de maneira a deixar uma sessão para cada conjunto de monitor e placa de vídeo que estou usando.

Execute o comando abaixo. Esse comando vai configurar o Xorg automaticamente, detectando todos os dispositivos que estão ligados ao seu computador. Após a execução desse comando vai ser gerado um arquivo de nome Xorg.conf.new. Abra o Xorg.conf original e o Xorg.conf.new e faça as alterações.

# Xorg :1 -configure

 

Estou mostrando apenas a parte do XORG que foi alterada. Notem que existem 4 (quatro) Section “Screen”, uma para cada cabeça (head) do MULTILINUX. Em cada uma delas associamos um monitor e uma placa de vídeo.

 

Que visual !!!

Section "Device"
	Identifier	"nVidia Corporation NV18 [GeForce4 MX 4000]"
	Driver		"nv"
	BusID		"PCI:1:0:0"
EndSection

Section "Device"
	Identifier	"ATI Technologies Inc Rage XL"
	Driver		"ati"
	BusID		"PCI:0:9:0"
EndSection

Section "Monitor"
	Identifier	"SyncMaster"
	Option		"DPMS"
EndSection
Section "Monitor"
	Identifier	"AOC D356"
	Option		"DPMS"
EndSection

Section "Screen"
	Identifier	"Default Screen"
	Device		"nVidia Corporation NV18 [GeForce4 MX 4000]"
	Monitor		"SyncMaster"
	DefaultDepth	24
		SubSection "Display"
		Depth		24
		Modes		"1024x768" 
	EndSubSection
EndSection

Section "Screen"
	Identifier	"Default Screen1"
	Device		"ATI Technologies Inc Rage XL"
	Monitor		"AOC D356"
	DefaultDepth	24
		SubSection "Display"
		Depth		24
		Modes		"1024x768" 
	EndSubSection
EndSection

Section "ServerLayout"
	Identifier	"Default Layout"
	Screen		"Default Screen"
        Screen          "Default Screen1" LeftOf "Default Screen"
	InputDevice	"Generic Keyboard"
	InputDevice	"Configured Mouse"
	InputDevice     "stylus"	"SendCoreEvents"
	InputDevice     "cursor"	"SendCoreEvents"
	InputDevice     "eraser"	"SendCoreEvents"
EndSection

Section "DRI"
	Mode	0666
EndSection
Section "ServerFlags"
    Option "AllowMouseOpenFail" "yes"
    Option "DontVTSwitch" "yes"
    Option "DontZap" "yes"
EndSection

Para você ganhar tempo, estou postando aqui o xorg.conf que usei.

Box Dreamlinux…

Fazendo download do XEPHYR

Basta agora baixar o Xephyr modificado do site da UFPR e colocar no /usr/local

# wget http://www.c3sl.ufpr.br/multiterminal/howtos/xephyr-precompiled.tar.bz2
# tar -xjf xephyr-precompiled.tar.bz2 --directory /usr/local/

O script Xephyr.sh

# touch /usr/sbin/Xephyr.sh
# chmod 755 /usr/sbin/Xephyr.sh
# nano /usr/sbin/Xephyr.sh

Cole o texto abaixo no arquivo e salve.

#!/bin/bash

# 20060905 - josean - added get_event() function to obtain eventNN from a physical address
# Original version:
# http://en.wikibooks.org/wiki/Multiterminal_with_Xephyr
# http://www.c3sl.ufpr.br/multiterminal/howtos/Xephyr.sh

trap "" usr1

XEPHYR=/usr/local/bin/Xephyr

get_event()
{
  evento=`grep -A2 $1 /proc/bus/input/devices | grep 'H: Handlers=' | grep --only-matching -e 'event[0-9]*'`
}

args=()

while [ ! -z "$1" ]; do
 if [[ "$1" == "-xauthority" ]]; then
   shift
   if [ ! -z "$1" ]; then
     export XAUTHORITY="$1"
   fi
 elif [[ "$1" == "-display" ]]; then
   shift
   if [ ! -z "$1" ]; then
     export DISPLAY="$1"
   fi
 elif [[ "$1" == "-kbdphys" ]]; then
   shift
   if [ ! -z "$1" ]; then
     get_event $1
     args=("${args[@]}" "-keyboard")
     args=("${args[@]}" "/dev/input/$evento")
   fi
 elif [[ "$1" == "-mousephys" ]]; then
   shift
   if [ ! -z "$1" ]; then
     get_event $1
     args=("${args[@]}" "-mouse")
     args=("${args[@]}" "/dev/input/$evento,5")
   fi
 else
   if ! expr match $1 'vt[0-9][0-9]*' >/dev/null; then
     args=("${args[@]}" "$1")
   fi
 fi

 shift
done

# echo $XEPHYR "${args[@]}" >> /tmp/logXephyr

exec $XEPHYR "${args[@]}"

 

GDM.CONF

Dica importante: Caso você tenha um sistema multiterminal instalado e funcionando, edite o arquivo /etc/gdm/gdm.conf e salve tudo que estiver abaixo de [servers], e cole dentro do novo gdm.conf, também abaixo de [servers].

Vamos editar o arquivo gdm.conf (/etc/gdm/gdm.conf) e limpar o que estiver depois de [servers]. Efetue sempre as alterações de acordo com o seu caso. Observe a quantidade de cabeças que estamos configurando e os endereços dos dispositivos. Para comentar uma linha coloque um # no início. Depois de remover, cole o trecho abaixo:

[servers]

0=Xephyr0
1=Xephyr1
2=Xephyr2

[server-Xephyr0]

name=Xephyr0
command=/usr/bin/X -ac -br
handled=false
flexible=false

[server-Xephyr1]

name=Xephyr1
command=/usr/sbin/Xephyr.sh -display :0.0 -xauthority /var/lib/gdm/:0.Xauth
 -fullscreen -kbdphys isa0060/serio0/input0 -mousephys isa0060/serio1/input0 -use-evdev
handled=true
flexible=false

[server-Xephyr2]

name=Xephyr2
command=/usr/sbin/Xephyr.sh -display :0.1 -xauthority /var/lib/gdm/:0.Xauth
 -fullscreen -kbdphys usb-0000:00:10.1-2.4/input0 -mousephys usb-0000:00:10.1-1/input1 -use-evdev
handled=true
flexible=false

Acertando os teclados

Vamos agora acertar os teclados. Verifique o seu locales e o tipo de teclado que você usa. Faça os acertos necessários. Para cada teclado crie um arquivo. Em nosso caso serão 4 (quatro) arquivos.

 

# echo "model = \"pc105\"" > /usr/share/X11/xkb/X1-config.keyboard 
# echo "keycodes = \"evdev\"" >> /usr/share/X11/xkb/X1-config.keyboard 
# echo "layout = \"br\"" >> /usr/share/X11/xkb/X1-config.keyboard

Repita conforme a sua quantidade de teclados:

# cp /usr/share/X11/xkb/X1-config.keyboard /usr/share/X11/xkb/X2-config.keyboard
# cp /usr/share/X11/xkb/X1-config.keyboard /usr/share/X11/xkb/X3-config.keyboard
# cp /usr/share/X11/xkb/X1-config.keyboard /usr/share/X11/xkb/X4-config.keyboard

Agora os ajustes finais:

# ln -s /usr/share/X11/xkb /usr/lib/X11/xkb
# cp /usr/share/X11/xkb/X*.keyboard /usr/lib/X11/xkb
# cp `which xkbcomp` /usr/lib/X11/xkb
# mkdir /usr/lib/X11/xkb/compiled

Acertando as teclas (\ , | , / , ? , ° , . ):

Configurando as teclas (\ , | , / , ? , ° , . ), no DREAMLINUX

1 - Edite o arquivo: '''/usr/share/X11/xkb/keycodes/evdev'''

E acrescente: (<AC13> = 94;) abaixo da (<AC11> = 48;)
deve ficar assim.
        <AC10> = 47;
	<AC11> = 48;
        <AC13> = 94;

Agora vá até a linha (<RO> = 97;	// #define KEY_RO  89) e substitua por
(<AB11> = 97;	// #define KEY_RO  89)

Agora vá até a linha (<I129> = 129; // #define KEY_KPCOMMA  121) e substitua por
(<KPPT> = 129;	// #define KEY_KPCOMMA 121)

Salve, pronto as teclas estarão configuradas.

 

Retirando as opções (Desligar/Reiniciar/Sessão)

Tela login sem opções…

Para evitar que um usuário eventualmente derrube as outras cabeças/terminais ou desligue todo o sistema, vamos fazer alguma configurações.

1 – Deixe para cadastrar os usuários depois da instalação.

2 – Faça uma copia de segurança do arquivo dreamgdm.xml

  1. cp /usr/share/gdm/themes/dreamgdm/dreamgdm.xml /usr/share/gdm/themes/dreamgdm/dreamgdm.xml.original

2 – Edite o arquivo /usr/share/gdm/themes/dreamgdm/dreamgdm.xml

  1. gedit /usr/share/gdm/themes/dreamgdm/dreamgdm.xml

3 – Retire as seguintes linhas:

dá 42 até 146

Obs: você também pode comentar as linhas ao invés de apaga-las.

4 – Salve, pronto a tela do login não terá mais as opções (Desligar/Reiniciar/Sessão), e para desligar o sistema apenas o apenas o Root/Administrador tem esse poder. Vale lembrar que se você acrescentar os usuários no ato da instalação eles também terão as opções (Desligar/Reiniciar) ativas, caso contrário eles só terão a opção (Sair), mesmo aplicando um Ctrl+Alt+Del, só ocorrerá a saída do mesmo.

Rodando o sistema

Funciona !!!

Agora basta executar:

# /etc/init.d/gdm start

Configurando o AMSN em multiterminais para utilizar placas de áudio USB

Headphone/Placa áudio USB

Olá pessoal, pra quem usa o AMSN em multiterminais e dispõem de placas de áudio USB , segue abaixo as configurações para utilizar um headphone para cada terminal.

1 – Temos que baixar uma biblioteca chamada “libsnack2″ responsável pelo suporte ao som do tcl/tk.

2 – Abra o Synaptic >> Procurar digite libsnack2 >> marque para instalação >> Aplicar

3 – Abra o AMSN >> Conta >> Preferências >> Outros >> Servidor de sons >> Usar a biblioteca Snack (Interna do Tcl) >> Salvar.

4 – 2 Clique em um contato qualquer mesmo ofline >> Editar >> Editar opções de áudio e vídeo >> Próximo >> Próximo >> Próximo >> Escolha seu dispositivo de saída (/dev/audio1) >> Escolha seu mixer (/dev/mixer1)

5 – Depois de feitas as mudanças acima, >> mova o botão do volume para 100 >> clique em (Tocar arquivo teste) se o áudio sair no Hedphone, então estará tudo correto.

6 – Clique em Próximo >> Escolha seu dispositivo de entrada (/dev/audio1) >> Próximo >> Terminar >> Terminar.

Pronto, basta fazer o mesmo procedimento com as outras cabeças, claro que mudando os dispositivos EX: cabeça 1 = (/dev/audio1) cabeça 2= (/dev/audio2)

e por aí vai….

Agradecimentos

  • Ronald Costa (Coodernador da Comunidade Multilinux)
  • Nelson Gomes da Silveira (Responsável pela Dreamlinux)
  • GDA (Gaspar) (Administrador do Fórum DL)
  • Comunidade Multilinux
  • Marcio Kleber Torres

 

Arquivos de Configuração

  • xorg.conf[1]
  • gdm.conf[2]
  • Xephyr.sh[3]
  • saída do comando lspci
  • saída do comando cat /proc/bus/input/devices[4]

 

 

Lista de Discussão

LISTA DO MULTILINUX [5]

Participe do canal IRC do Projeto Multilinux na rede Freenode => #Multilinux-Br

Deixe uma resposta